5 métricas para medir branding purple metrics
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

5 métricas pra analisar branding que provavelmente você não conhecia (e que toda empresa deveria começar a usar já)

Se você faz Google ads ou social Ads, PR, patrocina eventos, influenciadores ou investe em plataformas de SEO e inbound marketing – ou seja, se você precisa se destacar em um mercado concorrido -, já deve ter percebido que seu orçamento se esvai cada vez mais rápido. e talvez seja comum um conflito semanal entre suas metas de performance e sua planilha de budget. Você precisa conseguir o quanto antes uma forma de otimizar esses investimentos. 

Por outro lado, temos visto que marcas fortes e com bons posicionamentos de produto e serviço, têm experimentado resultados muito maiores em performance:

  • têm um alcance orgânico maior
  • conseguem vender seus produtos com mais facilidade, reduzindo a jornada de compra/conversão
  • conseguem ser mais estratégicos com seus canais e públicos,
  • têm maiores taxas de retenção entre clientes e talentos
  • têm não só promotores de produto, mas fãs e pessoas que apoiam ativamente o sucesso da marca 

Isso só prova que branding não é “aquilo que não traz resultado”. Pelo contrário: podemos dizer que branding bem feito é fundamental pra acelerar a performance dos seus canais e economizar recursos (tempo e dinheiro) em conversão e retenção. Seu CAC, LTV e margem de receita agradecem. 

Ora, mas então como tomar melhores decisões antes de fazer novos investimentos em marketing? Resposta: medindo a performance da sua marca. 

Ao invés de pagar pra apenas ampliar seu alcance, não seria mais estratégico também buscar entender a fundo o que seu público pensa, fala e faz (ou faria) em relação à sua marca, produtos e serviços?

As empresas não fazem essa reflexão com a recorrência que precisam por 2 motivos: ou porque um brand tracking custa 1 milhão de reais ou porque não acharam uma boa forma de medir sua marca de forma holística (pra além de monitorar só redes sociais ou outros canais específicos). O resultado é: boa parte do nosso budget de marketing indo a esmo pros bolsos do Google, Meta e empresas de mídia ou softwares caros de social listening. 

Pensando nisso, o Purple Metrics sugere 5 novas métricas pra medir performance de branding. As métricas são calculadas com base em pesquisas feitas diretamente com consumidores no canais das empresas – home, blog landing pages, ou e-mail – e compiladas pela própria ferramenta, que gera um dashboard trazendo como anda a performance da marca ao longo do tempo (semanal, quinzenal ou mensalmente a depender da amostra estatística de respondentes), com dados quantitativos e qualitativos. 

Ou seja, todo o dinheiro que a gente pagava numa pesquisa de marca ou todo o tempo investindo construindo pesquisas, planilhas, fórmulas e apresentações de resultado, agora está em um software que nos mostra tudo de forma simples, recorrente, visual e automática.

Purple Metrics - 5 métricas pra analisar branding que provavelmente você não conhecia (e que toda empresa deveria começar a usar já)

E quais são, afinal, as 5 métricas que o Purple Metrics traz pra medir branding? 

1. Elasticidade de marca

Provavelmente, se a Apple lançasse um carro, você compraria (ou tentaria comprar quando o dólar diminuísse). A elasticidade marca é o atributo que te sinaliza se é a hora de sua marca lançar ou não um novo produto ou feature. 

Outro exemplo: provavelmente não é um bom momento pro MC Donald’s lançar um novo sabor de hambúrguer (se não viu a polêmica do hamburger de picanha, veja aqui). Antes de colocar mídia em uma nova campanha, eles vão ter que saber como está performando sua elasticidade de marca. 

2. Preferência

Quando a régua da sua preferência de marca está alta, é o indicativo de que seu market share irá aumentar e que você pode considerar aumentar sua margem de receita do produto, porque seus consumidores estão dispostos a pagar a mais pra continuar utilizando. 

Uma preferência baixa, indica que aquele que seus atributos e valores de produto precisam ser melhor comunicados pelo seu público. 

3. Relevância

Uma marca que é relevante no dia a dia de consumidores, indica que estes mesmos consumidores são fiéis à marca e vão continuar consumindo. Isso indica um aumento no lifetime value e diminuição de churn (cancelamento).

4. Identificação

Consumidores que se veem representados por uma marca (mesmo que ainda não tenham consumido seus produtos) são fãs da marca e estão mais propensos a consumir seus produtos e serviços. Isso faz com que você tenha que investir menos na conversão desses clientes, reduzindo assim, o custo de aquisição de clientes. 

5. Força de marca

É a visão geral da performance de marca ao longo do tempo e o coeficiente das 4 métricas anteriores. Ela ajuda a formar um comparativo entre seus atributos de marca e a definir quais mensagens, canais e públicos precisam ser otimizados.

Purple Metrics - 5 métricas pra analisar branding que provavelmente você não conhecia (e que toda empresa deveria começar a usar já)

O mais interessante é que todas as empresas que usarem o Purple Metrics poderão usar as mesmas métricas e metodologia pra medir brand performance através da ferramenta (veja mais sobre a metodologia do Purple nesse artigo). Assim, toda a indústria terá um único parâmetro de mensuração de branding e logo poderemos saber, por exemplo, qual a força de marca média de produtos de consumo a educação, de mercado financeiro a serviços. 

Se você quer começar a medir branding hoje, clique no banner abaixo e inscreva-se pra conhecer a ferramenta. E aproveita para chamar alguns amigos e pessoas que você sabe que estão gerindo branding. Assim, o Purple Metrics fica com melhores métricas para todo o ecossistema.

Purple Metrics - 5 métricas pra analisar branding que provavelmente você não conhecia (e que toda empresa deveria começar a usar já)

Receba conteúdos sobre branding e métricas no seu e-mail

brandwhite

Sobre nós

Quem Somos
Contato

Fale conosco

oi@purplemetrics.com

Nossas redes

Purple Metrics | Todos os direitos reservados | 2022