Branding lovers by Purple Metrics
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Branding Lovers #3: Gerindo uma marca com mais de 100 anos 

A Gallo existe há mais de 100 anos, é líder de mercado, e mesmo em épocas de recessão econômica, a marca forte ajuda na nossa elasticidade de preço.

Yasmin Roiter, Brand Manager na Gallo Worldwide

Quais são as coisas mais importantes do seu dia?

Às vezes demora até um ano pra uma campanha ir ao ar, entre a elaboração do conceito e a distribuição da campanha em canais. Depois, tem todo um acompanhamento dos produtos e pontos de contato com várias áreas da empresa. Então, estamos organizados em grandes projetos por semestre e nosso desafio diário é garantir as etapas desses projetos. 

Que competências um brand manager tem que ter?

Tem que ter uma ótima escuta e ser muito observadora. Mas também saber expor suas ideias e conseguir se comunicar com pessoas de backgrounds diferentes. Tem que saber navegar entre os times de finanças e de inovação de produtos com facilidade. 

Eu acho que tem que ser uma pessoa de humanas, mas muito analítica. Tem que saber conectar números e tirar insights pra contar uma história com embasamento em dados de negócios. 

Quais são suas métricas?

Market share é nossa métrica principal na empresa e uma parcela do retorno disso em receita é investida em marketing.  Também olhamos muito para dados de branding em forma de equity, que hoje mostram que nossa marca é top of mind no setor. 

A gente também cruza os gráficos de investimento em branding com a evolução do market share. 

Como falar da importância de branding com quem não é da área?

Na nossa categoria, o processo de decisão do consumidor na prateleira dura poucos segundos. Então, a pessoa já tem que ser conquistada antes de entrar no mercado, e a marca forte faz isso. Então, nossa cultura de branding é muito forte em todas as áreas. As lideranças já tem a marca como um grande ativo, então temos a sorte de não ter que explicar o be-a-bá de branding. 

A Gallo existe há mais de 100 anos, é líder de mercado, e mesmo em épocas de recessão econômica, a marca forte ajuda na nossa elasticidade de preço. Eu sou cobrada, inclusive, pelos times de vendas de fazerem campanhas, porque eles têm consciência que isso encurta o esforço comercial.

Uma mensagem na garrafa pros futuros brand managers

Brand managers têm o papel de cuidar da marca atual, mas sempre pensando à frente,  olhando no seu entorno pra acompanhar as mudanças. Tem que ter coragem pra propor as mudanças, o que não é fácil. Mas com uma boa história, bons relacionamentos e uma pitada de persistência fica mais fácil. 


Conteúdos inspiradores recomendados pela nossa comunidade

  • Esse artigo pode ajudar a aprofundar e abrir outras abas na reflexão sobre LTV, CAC e jornada do consumidor. É sobre o que influencia na decisão de compra, “melhor x mais barato”, fatores de influência objetivos e subjetivos, curto e longo prazo. (via João Paulo Nogueira)
  • Podcast que traz times de branding de empresas que passaram por rebrandings (via Gabriel Jeldes)
  • Podcast  entrevista Marcelli Valle, brand manager da Americanas e fala sobre branding e tomada de decisão com base em dados

Gostou dessa edição? 🙂

Se gostou, deixe seu e-mail aqui embaixo pra receber nossos conteúdos.

Até mais!

Receba conteúdos sobre branding e métricas no seu e-mail

brandwhite

Sobre nós

Quem Somos
Contato

Fale conosco

oi@purplemetrics.com

Nossas redes

Purple Metrics | Todos os direitos reservados | 2022